Logo_Escola_Waldorf_Fortaleza
344858505_212348254846400_6300754297517954816_n
87495098_2890628027689236_435796329931735040_n

Escola Waldorf Micael

Compromisso com o Ser humano

A nossa mais elevada tarefa deve ser a de formar seres humanos livres que sejam capazes de, por si mesmos, encontrar propósito e direção para suas vidas.

(Rudolf Steiner)

 

Pedagogia Waldorf

A pedagogia Waldorf nasce da percepção de que precisamos de um mundo melhor para todos. Sempre podemos fazer hoje o melhor pelo amanhã.

A pedagogia Waldorf nasceu há mais de 100 anos da percepção de que precisamos de um mundo melhor para todos. Hoje ela cresce em uma velocidade enorme no mundo tecnológico e cada dia mais complexo em que vivemos. Entenda porque essa pedagogia está mais atual do que nunca, conheça nossa Escola e os cursos oferecidos.

Como e onde surgiu a pedagogia waldorf

Em 1919, na Alemanha pós-guerra, o filósofo austríaco Rudolf Steiner foi convidado pra dar palestras sobre educação e temas sociais aos funcionários da fábrica Waldorf-Astoria.

Estimulados por suas ideias, os funcionários manifestaram o interesse de oferecer aos seus filhos uma educação baseada naqueles princípios. Assim, começou a funcionar num prédio da fábrica a primeira escola Waldorf. Algum tempo depois, houve a transferência pra outro lugar, dissociando-se da fábrica. Mas o nome foi conservado.

Rudolf Steiner retomou uma ideia da cultura grega, que dividia a vida humana em períodos de 7 anos, e a aplicou para o ensino, caracterizando os setênios da Pedagogia Waldorf. Essa é uma das grandes diferenças pra Pedagogia tradicional, aplicada na maioria das instituições de ensino brasileiras.

A Pedagogia Waldorf parte de uma visão antropológica, que vê o homem como um conjunto harmônico que abrange três dimensões: físico, anímico e espiritual. Dessa maneira, fundamenta as práticas educativas que desenvolvem o aluno de forma integral, ou seja, associando habilidades corporais, cognitivas e emocionais.

A proposta tem objetivo de construir uma base emocional sólida, necessária para o desenvolvimento intelectual. Assim, dá pra atender às necessidades atuais e futuras dessa criança.

Tendo como base as fases do desenvolvimento humano, na educação infantil o foco é estimular a criatividade por meio do livre brincar, desenvolvendo o pensamento crítico necessário à próxima etapa: o segmento escolar.

Em 1919, na Alemanha pós-guerra, o filósofo austríaco Rudolf Steiner foi convidado pra dar palestras sobre educação e temas sociais aos funcionários da fábrica Waldorf-Astoria. Estimulados por suas ideias, os funcionários manifestaram o interesse de oferecer aos seus filhos uma educação baseada naqueles princípios. Assim, começou a funcionar num prédio da fábrica a primeira escola Waldorf. Algum tempo depois, houve a transferência pra outro lugar, dissociando-se da fábrica. Mas o nome foi conservado.

A Pedagogia Waldorf é influenciada pelas Ciências Sociais. Assim, seus princípios se fundamentam em: liberdade de pensar, igualdade de deveres e direitos e fraternidade, do respeito mútuo.

Pedagogia Waldorf

A pedagogia Waldorf é apontada pela UNESCO como “o modelo de pedagogia capaz de responder desafios educacionais de nosso tempo, principalmente nas áreas de grandes diferenças culturais”

“O que distingue a Pedagogia Waldorf de outras teorias pedagógicas é o fato de basear-se numa observação íntima do ‘ser criança’ e das condições necessárias ao desenvolvimento infantil.

Rudolf Lanz

O MÉtodo Pedagógico WAldorf

Baseia-se numa visão ampliada e completa do ser humano e de seu desenvolvimento, uma visão na qual as crianças são consideradas em seus aspectos individuais e nas particularidades de sua faixa etária. Procura-se dar condições para que cada indivíduo descubra e alcance seu potencial, desenvolvendo seus talentos. A formação de pessoas livres, sensíveis e criativas fundamenta-se nos valores da fraternidade e responsabilidade. A arte, a consciência de grupo, uma alimentação saudável e a relação respeitosa e produtiva com a natureza estão presentes no dia a dia da escola. Procura-se desenvolver o “pensar” de forma adequada a cada faixa etária, em sintonia com sentimentos equilibrados e fomentando a força de vontade e a determinação, buscando com isso formar pessoas com potencial para transformar a sociedade em que vivem.

Uma das principais características da Pedagogia Waldorf é o desenvolvimento do ser humano em seu todo, apreendido em seu aspecto físico, anímico (psicoemocional) e espiritual. Cada criança e adolescente é considerado de acordo com suas características individuais e sua faixa etária, buscando-se uma perfeita integração do corpo, da alma e do espírito, ou seja, entre o pensar, o sentir e o querer (agir).

O ensino teórico é sempre acompanhado pelo prático

 com grande enfoque nas atividades corpóreas, artísticas e artesanais, de acordo com a idade dos estudantes. O cultivo das atividades do pensar inicia-se com o exercício da imaginação, do conhecimento de contos, lendas e mitos, até gradativamente atingir-se o desenvolvimento do pensamento mais abstrato, teórico e rigorosamente formal, mais ou menos na época de ensino médio. Essa não exigência de atividades que necessitam de um pensar abstrato muito cedo é também um dos grandes diferenciais em relação a outras pedagogias.

Numa escola Waldorf predomina o exercício e o desenvolvimento de habilidades em vez do mero acúmulo de informações, assim como o cultivo da ciência, da arte e de valores morais e espirituais.

Princípios da Educação Waldorf

Busca uma harmonia entre corpo, alma e espírito entre pensar, sentir e querer

Explica e fundamenta o desenvolvimento segundo princípios gerais evolutivos, que compreendem etapasde sete anos denominadas setênios.

Fazer

1º setênio

(0 a 7 anos)

Sistema Metabólico-Motor

Atividades físicas como bricadeiras ao ar livre  desenvolvem o querer (agir)
 

Sentir

2º setênio

(7 a 14 anos)
Sistema Rítmico
Atividades artísticas como, música e teatro promovem o sentir
 

Pensar

3º setênio

(14 a 21 anos)
Sistema Neurosensorial

Atividades que começam pelo fomento da imaginação progredindo até o pensamento abstrato, científico

A liberdade da criança não a considera como um sujeito passivo no qual se imprime noções e informações, mas um ser rico de capacidade em desenvolvimento,  com características próprias individuais e as diferenças das faixas etárias, valorizando o potencial da criança como um valor incalculável para a sociedade e para o mundo.

 
322394098_1320538462133582_4716351921500980548_n

Educação Infantil

“Se a criança é capaz de se entregar por inteiro ao mundo ao seu redor em sua brincadeira, então em sua vida adulta será capaz de se dedicar com confiança e força a serviço do mundo”

Na idade pré-escolar (primeiro setênio), a criança está conhecendo o mundo a que veio, a natureza e seus reinos (mineral, vegetal, animal) e através do exemplo dos seres humanos com a qual ela convive, poder crescer confiante de que este mundo é BOM. Enquanto brinca, imita tudo aquilo que vivenci

Sua grande tarefa é a formação de seu corpo físico e toda a sua energia deve estar voltada para isso. Nada deve ser racionalizado, mas trazido a ela através de imagens, canções, versos e fantasia. Portanto, o intelecto e a memória, forças necessárias ao aprendizado, não devem ainda ser solicitados. A maturidade para a aprendizagem só se faz presente por volta dos 6-7 anos. 

O ideal seria que nesta primeira fase de sua vida a criança estivesse em seu lar, com seus pais e irmãos, num ambiente seguro, caloroso, aconchegante e familiar. Sendo assim o jardim deve ser o mais parecido possível com o ambiente de uma casa. As ¨jardineiras¨, como são chamadas as professoras do jardim, executam várias atividades arquetípicas de uma casa, como varrer, limpar, cozinhar, lavar louça, enxugar, lavar panos, bordar, costurar, etc. E a criança, que está numa fase de puro movimento, imita tudo isso com alegria pois percebe o real sentido e necessidade na execução dessas tarefas. Atividades artísticas e de movimento, tais como: desenho livre, aquarela, trabalhos manuais, culinária, roda rítmica, eurritmia, música e contação de histórias permeiam o dia-a-dia do jardim.

Desta forma, como olhar amoroso dos adultos e com muito brincar livre, a criança vai adquirindo maturidade e prontidão para o primeiro ano.

 
Veja mais detalhes e informações

Ensino Fundamental

“A criança precisa sentir muito forte dentro de si que o mundo é belo e que vale a pena fazer parte dele.”

351321251_745100230954406_8289651194103225002_n

A partir do 1º ano, a classe é composta por alunos da mesma faixa etária. A criança vai ao longo de cada ano, experimentando sensações e tendo vivências ligadas principalmente à sua idade. Essa classe continuará junto ao longo de todo o ensino fundamental, e, com ela, o seu professor de classe, adulto de referência dentro da escola para a criança. A vivência comum, as tarefas, o esforço coletivo do 1º até o último ano forjam uma grande família ao redor deste professor tão especial.

A convivência com a pluralidade é uma característica de uma sala de aula Waldorf. Nela, cada criança tem a chance de expressar-se e ser ela mesma e, ao mesmo tempo, vivenciar a riqueza e a beleza de poder ser diferente e fraterna.

O professor expõe as matérias com suas próprias palavras, os alunos fazem seus próprios livros com ilustrações e matérias dadas. A surpresa, a admiração, o prazer da descoberta, o planejamento, a improvisação, a ciência e a arte estão constantemente ligadas.

No 2º setênio (dos 7 aos 14 anos), a criança precisa sentir muito forte dentro de si que o mundo é belo e que vale a pena fazer parte dele. A autoridade natural é baseada no amor – mãos firmes, mas carinhosas, liberdade que orienta! A criança faz o que o professor diz porque o ama e o respeita profundamente. Ao final do segundo setênio, a criança começa lentamente a adentrar os mistérios e as possibilidades do 3º setênio (dos 14 aos 21 anos), no qual o jovem se abre para a vivência de que o mundo é verdadeiro. A autoridade se baseia cada vez mais nas qualidades pessoais (o aluno obedece ao professor admirado e respeitado), num crescente de liberdade e responsabilidade.

A atuação continuada do professor

Um professor Waldorf costuma acompanhar sua turma por maior tempo que somente um ano letivo. Nesta Pedagogia, quando a criança está entre seis e sete anos, considerada preparada para iniciar o Ensino Fundamental, ele está pronto para desbravar novos desafios. No 1° ano do Ensino Fundamental ela conhece aquela que será sua professora de classe até o final deste segmento. Como uma educadora de sua turma, o cerne de sua relação como educador é com os alunos, e não com as matérias. Por isso a proposta de um acompanhamento mais extenso, que possibilite inclusive um elo com as famílias e formação de um grupo social. Associada à professora de classe, estão os professores de matérias, como, por exemplo, temos as disciplinas de Inglês, Espanhol, Música, Educação Física e Trabalhos Manuais.

Currículo

A presença constante da arte no dia a dia da escola waldorf é estimulada não para o desenvolvimento de uma faculdade em si, mas como veículo didático para o aprendizado de todas as matérias. Música instrumental, canto, trabalhos manuais, artes aplicadas, pintura, desenho, desenho de formas, euritmia, educação física, declamação, dramatização e teatro, acompanham o conteúdo curricular e são desenvolvidas de acordo com a idade. Nesse cenário, além de ter seu processo de aprendizado facilitado, a criança também encontrará espaço para exteriorizar suas habilidades individuais.

Língua: falar, escrever, ler

Matemática e Geometria

História

Geografia

Línguas estrangeiras

Matérias científicas

Agricultura e jardinagem

Euritmia

As disciplinas são alternadas por épocas de aprendizagem. Cada época possui entre três e quatro semanas de duração. Após este período inicia-se outra época, quando outra disciplina começa a ser abordada. O ensino em épocas possibilita aos alunos receberem os conteúdos de forma não fragmentada. Através desse sistema, a criança pode efetivamente “mergulhar” em cada matéria e vivenciá-la profundamente. Ao término de uma época, a disciplina abordada “adormece” para que outra comece a ser ativada e, desta forma, há um rodízio das disciplinas, pensado de forma a tornar mais curioso e dedicado o aprendizado do aluno.

Durante o primeiro setênio, o uso das mãos e dedos, assim como os movimentos harmoniosos do corpo em jogos e rodinhas, ajudam a desenvolver as forças plasmadoras do corpo humano. No período seguinte, é a percepção de belas formas, cores e sons harmônicos que atuam na organização corporal, enquanto a vivência intensiva das belezas da natureza contribuirá, por sua vez, para vivificar o organismo vital. Vejamos um exemplo: nas aulas de jardinagem, uma criança aprende a observar os processos de crescimento e de desabrochar de uma flor, cuidando dela, a partir de semente, com as próprias mãos. Isso fortalecerá suas próprias energias evolutivas. Além disso, o aluno desenvolverá uma atitude de veneração diante das forças cósmicas que plasmam a planta.

Todavia é pelo próprio fazer que influências plasmadoras atuam mais especificamente na vivificação do organismo. Cabe em particular à euritmia um efeito altamente terapêutico e revigorante. O aluno que se tornar mais hábil, no decorrer do segundo setênio, por meios de trabalhos manuais, pela prática de um instrumento musical ou mediante qualquer outra atividade apropriada, terá menos dificuldade em adquirir, mais tarde, os conhecimentos exigidos nas matérias intelectuais.

O desenvolvimento de todo o organismo é, pois, favorecido pelo hábito de uma atuação harmônica das mãos e dos membros. Quando esta atuação consciente vier a fazer parte da vida em representações mentais, ela terá se metamorfoseado a partir das forças da fantasia. A criação artística eleva o homem acima das meras necessidades existenciais e lhe fomenta a expressão da sua verdadeira humanidade. Despertar e desenvolver essa capacidade é o mais nobre propósito da área das artes plásticas. A escola Waldorf não quer formar artistas, mas sim seres humanos capazes de assumir, mesmo em nossa época, o seu destino, e de atuar harmoniosamente no contexto social de sua vida futura.

Veja mais detalhes e informações sobre o Ensino Fundamental
351489402_745088440955585_3725277389623385387_n

Nossas Festas

Nossas festas escolares são estruturados de modo a que os alunos e as famílias celebrem e vivenciem pedagogicamente o ritmo das épocas do ano e seus simbolismos. Todo ano são elaboradas e confeccionadas, numa animada colaboração entre toda a comunidade escolar – Crianças, Pais e Professores – as celebrações de Carnaval (iniciando o ano letivo e representando o verão), Páscoa (outono), Festa da Lanterna e São João (inverno), Festa da Primavera e Época de Micael (primavera) e Bazar Anual e Natal (retornando ao verão e encerrando o ano letivo).

 
Fique por dentro de tudo que acontece na nossa escola

O Senso de Comunidade

Os pais e mães também se integram e são fundamentais ao dia-a-dia da Escola Waldorf. Sua presença é festejada pelas crianças nas agradáveis e inspiradoras atividades pedagógicas, que podem incluir visitas e pequenas viagens. A interação entre famílias é celebrada em cada classe nos Encontros Sociais, e por todos, na organização do Bazar anual e na participação nas festas das épocas

Administração

A mantenedora de nossa escola é a ADEANT (Associacao para o Desenvolvimento da Antroposofia), uma entidade civil sem fins lucrativos, constituída por pais e professores. É responsável por administrar os recursos financeiros e garantir que todas as atividades pedagógicas da escola estejam alinhadas aos princípios da Antroposofia e da Pedagogia Waldorf. Com essa finalidade, também promove atividades como bazares, palestras, cursos e festas, eventos que contribuam para divulgar as ideias de Rudolf Steiner.

Gestão Escolar

Uma escola Waldorf é organizada com base na autogestão e fundamenta-se nos princípios da Trimembração do Organismo Social, propostos por Rudolf Steiner. A atuação se divide em três esferas que se inter-relacionam, buscando o equilíbrio a partir da autonomia que lhes é outorgada. Cada integrante possui direitos e obrigações iguais, com o mesmo nível de participação, sem distinção de hierarquias e privilégios. A autogestão baseia-se na organização de comissões de trabalho em todas as esferas, e as decisões resultam de um processo de consenso, não por decisão majoritária. As atividades administrativas e pedagógicas são realizadas por profissionais contratados, sempre com aval do Conselho Pedagógico da escola.

Porque escolher a pedagogia waldorf?

Se você busca uma educação muito além da transmissão de conhecimento, a Pedagogia Waldorf é o lugar certo!

 Ela busca equilibrar a apreensão de conteúdo necessária com o desenvolvimento emocional. Essa integração do conhecimento e da vida emocional é alcançada através da configuração artística dos conteúdos e das atividades práticas que estimulam a iniciativa e atuação no dia a dia. A escola Waldorf se mostra cada vez mais contemporânea pois busca combinar a ampliação do pensamento, com a cultivo dos sentimentos e a ação transformadora do mundo. Ela respeita o tempo e as características individuais de cada criança para que o seu desenvolvimento aconteça de forma saudável, em um ambiente onde o educador leve em conta as potencialidades de cada uma.

Na Escola Waldorf Micael, nosso compromisso é com o desenvolvimento integral de cada criança – mente, corpo e espírito. Nossa abordagem holística visa cultivar não apenas o intelecto, mas também a criatividade, a empatia e a autoexpressão.

 

Valorizamos o aprendizado por meio da experiência e da prática. Nosso currículo envolve as crianças em atividades artísticas, musicais e práticas, proporcionando uma compreensão mais profunda e duradoura do mundo ao seu redor.

 

Acreditamos que a criatividade é fundamental para o sucesso em todas as áreas da vida. Nossos métodos pedagógicos estimulam a imaginação e incentivam a expressão artística, proporcionando um ambiente propício para o florescimento das habilidades criativas de seus filhos.

 

Na Escola Waldorf Micael, cultivamos uma comunidade escolar acolhedora e colaborativa. Valorizamos a parceria entre pais, professores e alunos, promovendo um ambiente de apoio que contribui para o crescimento saudável de cada criança.

 

Reconhecemos que cada criança se desenvolve em seu próprio ritmo. Nosso currículo é projetado para se adaptar às necessidades individuais, permitindo que seus filhos atinjam seu potencial máximo.

 
Estamos sempre de portas abertas.
Venha nos conhece!

Clique no botão abaixo e marque uma visita

Ficamos feliz com o seu interesse em nossa escola!

Preencha as infomações abaixo e entre em contato conosco.